Oi, Margô / by Raoní Aguiar

Vou logo avisando que esse é um post pessoal, bem pessoal. É o post sobre o nascimento da Margô, a minha filha! Quando a Rebeca me pediu para registrar o nascimento da nossa filha eu achei que não conseguiria. Eu estaria lá como pai, e não como fotógrafo! Para falar a verdade, nós corremos realmente o risco de ficar sem as fotos, mas, se não consegui registrar tudo, o que ficou valeu a pena. Para quem não sabe, antes de ser fotógrafo eu já era médico, o que facilitou um pouco as coisas e me ajudou a segurar o nervosismo. Como nós pedimos para o meu cunhado, que também é médico, entrar na sala de cirurgia e ficar acompanhando a Rebeca, pude aproveitar o meu momento "pai", acompanhar a Margô e ainda sair em algumas fotos. Foi um momento único, o dia em que nossa família cresceu, 16 de junho de 2015.